Início | Agroecologia | Alimentação | Atividades Culturais  | Atividade Física | Tabagismo | Promoção da Saúde

Pensar saúde é pensar qualidade de vida: uma relação que é construída através da harmonia entre os indivíduos, os ambientes e os modos de viver. Esta é a proposta do site #VidaSaudável, um espaço criado para que o cidadão possa ter acesso às informações relacionadas à promoção da saúde. 

Dentro do Sistema Único de Saúde (SUS), a promoção da saúde tem como finalidade contribuir para melhoria da qualidade de vida, através de políticas públicas que visam empoderar as pessoas a promover a sua saúde. 

» Clique aqui e confira no Blog da Saúde MG postagens sobre "Vida Saudável".

Em abril, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS)/Organização Mundial da Saúde (OMS) celebra o Dia Mundial da Saúde (07/04) com o tema: Saúde universal: para todos, em todos os lugares. De acordo com a OPAS/OMS, saúde universal é garantir que todas as pessoas e comunidades tenham acesso aos serviços de saúde sem qualquer tipo de discriminação e sem sofrerem dificuldades financeiras. Abrange toda a gama de serviços de saúde, incluindo promoção da saúde, prevenção de doenças, tratamento, reabilitação e cuidados paliativos, que devem ser de qualidade, integrais, seguros, eficazes e acessíveis a todos. O principal objetivo da campanha é aumentar a conscientização sobre a necessidade de cobertura e acesso à saúde universal e os benefícios que isso pode trazer.

Por sua vez, 1 dia antes, em 06 de abril, é comemorado Dia Mundial da Atividade Física, data criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com o intuito de promover uma grande mobilização mundial para a reflexão e a realização de ações a favor da adoção de estilos de vida mais ativos, buscando uma melhor condição de saúde, bem-estar e qualidade de vida das populações em todo o mundo.

» Para saber quais são as Datas Comemorativas da Saúdeclique aqui.

O Programa Academia da Saúde é uma estratégia de promoção da saúde e produção do cuidado no Sistema Único de Saúde (SUS)  para os municípios brasileiros que foi lançado em 2011. Seu objetivo é promover práticas corporais e atividade física, promoção da alimentação saudável, educação em saúde, entre outros, além de contribuir para a produção do cuidado e de modos de vida saudáveis e sustentáveis da população.

Para tanto, o Programa promove a implantação de polos do Academia da Saúde, que são espaços públicos dotados de infraestrutura, equipamentos e profissionais qualificados. A idéia do programa surgiu inspirada em algumas inciativas que vinham sendo desenvolvidas em Recife, Curitiba, Vitória, Aracaju e Belo Horizonte. Essas experiências locais tinham em comum a prática da atividade física e outras práticas corporais, a presença de profissionais orientadores, o uso e a potencialização de espaços públicos como espaços de inclusão, de participação, de lazer, de promoção da cultura da paz, além de serem custeadas e mantidas pelo poder público.

A avaliação positiva dessas experiências reforçou a idéia do fortalecimento de iniciativas semelhantes em todo o país na forma de um programa nacional no âmbito do SUS. Para conhecer mais sobre esta inicativa, clique aqui.

Monitoramento

Anualmente, acontece o Monitoramento do Programa Academia da Saúde. O objetivo é levantar a situação geral de implantação e implementação do programa em todo o Brasil. O Monitoramento é realizado apenas uma vez ao ano, por isso é muito importante que nenhum município fique de fora! Todos os municípios habilitados ao Programa Academia da Saúde participaram por meio do preenchimento do formulário online do Formsus. O Programa Academia da Saúde atualmente é regido pelas Portarias nº 1.707/GM/MS, de 23 de setembro de 2016, e nº 2.681/GM/MS, de 7 de novembro de 2013

» Clique aqui para conhecer como se dá a construção dos polos da Academia da Saúde.

» Clique aqui para saber as instruções para o seu município/região participar do Programa Academia da Saúde.

As práticas corporais e/ou atividades físicas são consideradas fator de proteção à saúde e contribuem para o aumento da qualidade de vida. Essas atividades devem ter efetiva ligação com as demandas do território para que sejam incorporadas no cotidiano dos indivíduos e para que os mesmos possam usufruir de todos os seus benefícios. Clique aqui e saiba mais.

No Sistema Único de Saúde (SUS), as ações de prática corporal e/ou atividade física são ofertadas na Atenção Primária à Saúde, em âmbito municipal, por profissionais de educação física na saúde, fisioterapeuta, e outras categorias, desde que tenham a capacitação para a temática. Essas práticas visam o aumento do gradiente de saúde da população, à diminuição do sedentarismo e a melhoria da qualidade de vida.

» Clique aqui e confira a lista de municípios que possuem Polo do Programa Academia da Saúde

Brincar, jogar e dançar sempre esteve presente na cultura de todos os povos, e são atos indispensáveis à saúde física, emocional e intelectual; aliados do desenvolvimento tanto da criança quanto do adulto.

Através dos jogos e brincadeiras, as crianças desenvolvem a linguagem, o pensamento, a socialização, a iniciativa e a autoestima. Adultos também se beneficiam ao participar de brincadeiras, jogos e danças, uma vez que essas atividades estão ligadas à capacidade de imaginar, muito importantes para o equilíbrio mental.

» Clique aqui e saiba mais!

Confira documentos e links com conteúdo de interesse:

» Nota Técnica Nº 09/2016 - SES/SUBPAS/SAPS/DPS
Assunto: Alterações no indicador 2 da Resolução SES/MG nº 5250, de 19 de Abril de 2016.

» Nota Técnica Conjunta nº 001/2017 - SES/SUBPAS/SAPS/SAF
Assunto: Fluxo de distribuição, armazenamento, administração e registro do sachê de micronutrientes em pó (NutriSUS).

» Nota Técnica Recomendações sobre o Dia Mundial da Saúde e dia Mundial da Atividade Física

» Manuais Técnicos de Implantação do Programa Academia da Saúde, volume 2