Vida Saudável

Ao longo dos últimos anos, a Diretoria de Promoção à Saúde da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais vem incentivando a celebração do Dia Mundial da Atividade Física e do Dia Mundial da Saúde, 6 e 7 de abril. No entanto, estamos vivenciando uma situação atípica de pandemia pelo novo coronavírus, que exige, como estratégia essencial para a prevenção do avanço da contaminação pelo vírus, o isolamento social.

Contudo, o fato de estarmos em casa não pode ser um motivo para ficarmos parados. Nesse sentido é preciso reorganizar a rotina e planejar o tempo para fazer todas as coisas que são importantes para você. São tantos os benefícios da atividade física para a sua saúde: prevenção de várias doenças como o infarto, o AVC, a hipertensão arterial, diabetes, dentre outras; melhora da função cardiorrespiratória; fortalecimento muscular; melhora da resistência física; auxílio na manutenção do peso corporal saudável; aumento da autoestima. No momento atual que estamos vivendo a atividade física contribui, também, para aumento do bem-estar físico e mental e reduzir o estresse e a depressão. A atividade física pode ser, ainda, uma aliada que contribui para o relaxamento e para uma maior qualidade do sono.

Modificar hábitos e alcançar uma vida mais saudável pode ser mais fácil do que você imagina, sabia? Pensando nisso, separamos alguns passos para ajudar nesse processo:

Reserve um tempo para manter-se mais ativo no dia a dia, mesmo em casa! Atividades como organizar e arrumar a casa e o quintal já deixam a vida mais ativa. Mas outras atividades também podem ser feitas em casa:

  • Alongue-se;
  • Dance;
  • Pule corda;
  • Brinque com as crianças (brinque com bola, corre cutia, amarelinha, dentre outras)

Assim como a prática regular de atividades físicas, a alimentação saudável e adequada também é essencial para a promoção da saúde e uma melhor qualidade de vida.

O Guia Alimentar para a População Brasileira, publicado pelo Ministério da Saúde, traz uma série de recomendações para que a população brasileira, incluindo as mulheres, tenha uma alimentação saudável, saborosa e balanceada.

Uma das dicas é que a alimentação tenha como base alimentos in natura e minimamente processados e evitar os ultraprocessados (como macarrão instantâneo, salgadinhos de pacote e refrigerantes).

>>Clique aqui e saiba mais sobre alimentação saudável.  

O Programa Academia da Saúde é uma estratégia de promoção da saúde e produção do cuidadoSistema Único de Saúde (SUS)  para os municípios brasileiros que foi lançado em 2011. Seu objetivo é promover práticas corporais e atividade física, promoção da alimentação saudável, educação em saúde, entre outros, além de contribuir para a produção do cuidado e de modos de vida saudáveis e sustentáveis da população.

Para tanto, o Programa promove a implantação de polos do Academia da Saúde, que são espaços públicos dotados de infraestrutura, equipamentos e profissionais qualificados. A idéia do programa surgiu inspirada em algumas inciativas que vinham sendo desenvolvidas em Recife, Curitiba, Vitória, Aracaju e Belo Horizonte. Essas experiências locais tinham em comum a prática da atividade física e outras práticas corporais, a presença de profissionais orientadores, o uso e a potencialização de espaços públicos como espaços de inclusão, de participação, de lazer, de promoção da cultura da paz, além de serem custeadas e mantidas pelo poder público.

A avaliação positiva dessas experiências reforçou a idéia do fortalecimento de iniciativas semelhantes em todo o país na forma de um programa nacional no âmbito do SUS. Para conhecer mais sobre esta inicativa, clique aqui.

Monitoramento

Anualmente, acontece o Monitoramento do Programa Academia da Saúde. O objetivo é levantar a situação geral de implantação e implementação do programa em todo o Brasil. O Monitoramento é realizado apenas uma vez ao ano, por isso é muito importante que nenhum município fique de fora! Todos os municípios habilitados ao Programa Academia da Saúde participaram por meio do preenchimento do formulário online do Formsus. O Programa Academia da Saúde atualmente é regido pelas Portarias nº 1.707/GM/MS, de 23 de setembro de 2016, e nº 2.681/GM/MS, de 7 de novembro de 2013

» Clique aqui para conhecer como se dá a construção dos polos da Academia da Saúde.

» Clique aqui para saber as instruções para o seu município/região participar do Programa Academia da Saúde.

As práticas corporais e/ou atividades físicas são consideradas fator de proteção à saúde e contribuem para o aumento da qualidade de vida. Essas atividades devem ter efetiva ligação com as demandas do território para que sejam incorporadas no cotidiano dos indivíduos e para que os mesmos possam usufruir de todos os seus benefícios. Clique aqui e saiba mais.

No Sistema Único de Saúde (SUS), as ações de prática corporal e/ou atividade física são ofertadas na Atenção Primária à Saúde, em âmbito municipal, por profissionais de educação física na saúde, fisioterapeuta, e outras categorias, desde que tenham a capacitação para a temática. Essas práticas visam o aumento do gradiente de saúde da população, à diminuição do sedentarismo e a melhoria da qualidade de vida.

» Clique aqui e confira a lista de municípios que possuem Polo do Programa Academia da Saúde

Brincar, jogar e dançar sempre esteve presente na cultura de todos os povos, e são atos indispensáveis à saúde física, emocional e intelectual; aliados do desenvolvimento tanto da criança quanto do adulto.

Através dos jogos e brincadeiras, as crianças desenvolvem a linguagem, o pensamento, a socialização, a iniciativa e a autoestima. Adultos também se beneficiam ao participar de brincadeiras, jogos e danças, uma vez que essas atividades estão ligadas à capacidade de imaginar, muito importantes para o equilíbrio mental.

» Clique aqui e leia mais!

Enviar para impressão