Notícias https://www.saude.mg.gov.br Mon, 27 Sep 2021 10:29:11 +0000 Joomla! - Open Source Content Management pt-br Minas distribui mais de 1,5 milhão de doses de vacinas contra a covid-19 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15595-minas-distribui-mais-de-1-5-milhao-de-doses-de-vacinas-contra-a-covid-19 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15595-minas-distribui-mais-de-1-5-milhao-de-doses-de-vacinas-contra-a-covid-19

Dando continuidade à maior operação de vacinação da história de Minas Gerais, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) iniciou, nesta terça-feira (21/9), o repasse de 1.562.716 doses de imunizantes contra a covid-19 às unidades regionais de saúde. São 341.930 doses da Coronavac, 912.726 doses da Pfizer e 308.060 da AstraZeneca, referentes ao restante do 51º lote e o quantitativo integral do 52º lote.

Crédito: Fábio Marchetto

Clique aqui e acesse a planilha de distribuição do restante da 51ª remessa;

Clique aqui e acesse a planilha de distribuição da 52ª remessa;

As doses do imunizante Coronavac serão destinadas para a conclusão da vacinação das pessoas com 18 anos ou mais de idade, dos municípios que ainda não concluíram a vacinação desse grupo, conforme levantamento realizado pelo Grupo de Análise e Monitoramento da Vacinação (GAMOV),

Já os imunizantes da Pfizer são destinados para o reforço da vacinação de pessoas imunossuprimidas, que tenham 28 dias de aplicação da segunda dose, e idosos de 79 a 75 anos de idade, que tenham 6 meses da aplicação da D2. Além desses, as doses serão destinadas, também, a vacinação, com a D2, dos grupos dos trabalhadores industriais, das pessoas de 59 a 55 anos, das pessoas de 54 a 50 anos de idade, dos caminhoneiros, das pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente.

A vacina da AstraZeneca deverá ser aplicada como D2 nos grupos de trabalhadores da indústria, trabalhadores da saúde, trabalhadores de transporte coletivo e pessoas de 59 a 55 anos.

Até esta terça-feira (21/9), o Governo de Minas já repassou aos municípios 24.426.880 doses de imunizantes contra a covid-19. O percentual de cobertura vacinal com a primeira dose já ultrapassou 88,1% da população acima de 18 anos e a segunda dose já alcança 45,7%.

Tendo em vista o objetivo principal da vacinação, de reduzir casos graves e óbitos pela doença, é fundamental alcançar altas e homogêneas coberturas vacinais. Para tanto, a SES-MG mantém todos os esforços para agilizar a distribuição das doses às Unidades Regionais de Saúde e garantir que a vacina seja aplicada em todo o público-alvo.

Logística

Receberão vacinas por aeronaves do CBMMG as seguintes URS:

- SRS Governador Valadares

- SRS Teófilo Otoni

- GRS Unaí

Retirarão as vacinas no aeródromo ou na Rede de Frio da URS polo ou receberão em sua própria Rede de Frio as seguintes URS:

- GRS Pedra Azul (buscar com Teófilo Otoni, que receberá aéreo)

- GRS Leopoldina (com Juiz de Fora)

- SRS Alfenas (com Varginha)

- SRS Uberaba (com Ituiutaba)

- SRS Uberlândia (com Ituiutaba)

Retirarão as vacinas na Central Estadual de Rede de Frio, as seguintes URS:

- SRS Belo Horizonte

- SRS Barbacena

- SRS Diamantina

- SRS Divinópolis

- GRS São João Del Rei

- SRS Sete Lagoas

- SRS Coronel Fabriciano

- GRS Itabira

- GRS Januária

- SRS Juiz de Fora

- SRS Passos

- SRS Patos de Minas

- GRS Pirapora

- SRS Ponte Nova

- SRS Varginha

- GRS Ituiutaba

- SRS Manhuaçu

- SRS Montes Claros

- SRS Pouso Alegre

- GRS Ubá

Acesse vacinaminas.mg.gov.br/ e acompanhe o quantitativo de doses recebidas pelo estado a cada remessa e as principais informações sobre a vacinação contra a covid-19 em Minas Gerais.

]]>
Banco de notícias Wed, 22 Sep 2021 08:20:41 +0000
Minas recebe doses para concluir etapa de vacinação de adultos https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15546-minas-recebe-doses-para-concluir-etapa-de-vacinacao-de-adultos https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15546-minas-recebe-doses-para-concluir-etapa-de-vacinacao-de-adultos

O secretário de Saúde Fábio Baccheretti participou, nesta quarta-feira (15/9), da solenidade que marcou a conclusão, por parte do Ministério da Saúde, do envio de vacinas contra a covid-19 para imunizar a população adulta com a primeira dose.

Crédito: Divulgação

O evento, realizado no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, aconteceu após a chegada de 112.320 doses do imunizante da Pfizer. Pela Secretaria de Estado de Saúde acompanharam o evento, além do secretário Fábio Baccheretti, o secretário adjunto André dos Anjos e a subsecretária de Vigilância em Saúde, Janaína Passos. Pelo Ministério da Saúde estava presente a Superintendente Estadual, Lilinquiel Fagundes.

Baccheretti afirmou que “a expectativa é de que em poucos dias Minas Gerais alcance a imunização de 100% dos adultos, com a redistribuição de doses entre os municípios e que as doses da Pfizer, que chegaram hoje, já sejam encaminhadas para a aplicação da dose de reforço nos idosos, imunossuprimidos e iniciar a etapa com o público adolescente”.

O secretário anunciou ainda que foi informado pelo Governo Federal que as doses da Coronavac, que estão retidas na Rede de Frio, por orientação da Anvisa, serão substituídas nos próximos dias por um novo lote entregue pelo Instituto Butantan.

Para a Superintendente Estadual do Ministério da Saúde, Lilinquiel Fagundes, o objetivo de entrega das doses para a vacinação dos adultos foi cumprido pelo Ministério.

]]>
Banco de notícias Wed, 15 Sep 2021 18:01:09 +0000
Boletim Epidemiológico Coronavírus 26/09/2021 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15620-boletim-epidemiologico-coronavirus-26-09-2021 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15620-boletim-epidemiologico-coronavirus-26-09-2021

Até o momento foram 2.132.748 casos confirmados.* Estão em acompanhamento* 31.428 casos e são 2.046.948 casos recuperados**. Estão confirmados 54.372 óbitos.
*Total de casos confirmados: soma dos casos confirmados, que não evoluíram para óbito e dos óbitos confirmados por covid-19.
**Casos em acompanhamento: casos confirmados de covid-19, que não evoluíram para óbito, cuja condição clínica permanece sendo acompanhada ou aguarda atualização pelos municípios.
***Casos recuperados: casos confirmados de covid-19 que receberam alta hospitalar e/ou cumpriram isolamento domiciliar de 14 dias sem intercorrências.
Óbitos confirmados: óbitos confirmados para covid-19.
Dados parciais, sujeitos a alterações. Atualizado em 26/9/2021. Fonte: COES MINAS/COVID-19/SES-MG.
Considerando que o Ministério da Saúde classificou todo o país como transmissão comunitária, além da necessidade de qualificar as informações sobre a circulação do coronavírus em Minas Gerais, desde 23/3/2020, o Boletim Informativo Diário Covid-19 publica o detalhamento apenas dos casos confirmados.


Clique aqui e acesse o Boletim Epidemiológico.

]]>
Banco de notícias Sun, 26 Sep 2021 10:38:25 +0000
Minas distribui mais de 633 mil doses de vacinas contra a covid-19 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15619-minas-distribui-mais-de-633-030-de-doses-de-vacinas-contra-a-covid-19 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15619-minas-distribui-mais-de-633-030-de-doses-de-vacinas-contra-a-covid-19

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) iniciou, neste sábado (25/9), o repasse de 633.030 doses de imunizantes contra a covid-19 às Unidades Regionais de Saúde. São 544.050 doses da Pfizer e 88.980 da AstraZeneca. Esta remessa faz parte do 53º lote de vacinas contra a covid-19.

Crédito: Divulgação

A tabela com as doses que serão distribuídas por municípios será divulgada em breve.

As doses do imunizante da Pfizer são destinadas para o reforço da vacinação de pessoas imunossuprimidas, que tenham 28 dias de aplicação da segunda dose, e idosos de 79 a 75 anos de idade, que tenham 6 meses da aplicação da D2.

As doses serão destinadas, ainda, para completar o esquema de vacinação (D2) de pessoas de 50 a 54 anos de idade, de trabalhadores industriais e de caminhoneiros. Além disso, a Pfizer também será destinada para iniciar a vacinação (D1) de adolescentes de acordo com os critérios de prioridade.

A vacina da AstraZeneca deverá ser aplicada como D2 nos grupos de trabalhadores da indústria, trabalhadores da saúde, trabalhadores de transporte coletivo, caminhoneiros, pessoas de 55 a 59 anos e pessoas de 50 a 54 anos.

Até esta sexta-feira (24/9), o Governo de Minas já repassou aos municípios 24.945.029 doses de imunizantes contra a covid-19. O percentual de cobertura vacinal com a primeira dose já ultrapassou 88,8% da população acima de 18 anos e a segunda dose já alcança 48%.

Tendo em vista o objetivo principal da vacinação, de reduzir casos graves e óbitos pela doença, é fundamental alcançar altas e homogêneas coberturas vacinais. Para tanto, a SES-MG mantém todos os esforços para agilizar a distribuição das doses às Regionais de Saúde e garantir que a vacina seja aplicada em todo o público-alvo.

 

Logística

Receberão vacinas por aeronaves do CBMMG as seguintes URS:

 

-SRS Governador Valadares

 

Retirarão as vacinas na Rede de Frio da URS polo, ou receberão em sua própria Rede de Frio por meio do transporte de outra URS, as seguintes URS:

 

-      GRS Ituiutaba (pegar com SRS Uberlândiae)

-      GRS Januária (pegar com SRS Montes Claros)

-      SRS Juiz de Fora (pegar com GRS Leopoldina)

-      SRS Manhuaçu (pegar com SRS Ponte Nova)

-      SRS Passos (pegar com SRS Alfenas)

-      SRS Pouso Alegre ( pegar com SRS Varginha)

-      SRS Teófilo Otoni (pegar com GRS Pedra Azul)

-      GRS Ubá (pegar com GRS Leopoldina)

-      SRS Uberaba (pegar com SRS Uberlândia)

 

 

Retirarão as vacinas na Central Estadual de Rede de Frio, as seguintes URS:

- SRS Belo Horizonte

- SRS Montes Claros

- GRS Itabira

- GRS São João Del Rei

- SRS Alfenas

- SRS Barbacena

- SRS Diamantina

- GRS Leopoldina

- SRS Patos de Minas

- GRS Pirapora

- SRS Ponte Nova

- SRS Varginha

- SRS Cel. Fabriciano

- SRS Divinópolis

- GRS Pedra Azul

- SRS Uberlândia

- GRS Unaí

 

Acesse vacinaminas.mg.gov.br/ e acompanhe o quantitativo de doses recebidas pelo estado a cada remessa e as principais informações sobre a vacinação contra a covid-19 em Minas Gerais.

]]>
Banco de notícias Sat, 25 Sep 2021 15:11:27 +0000
Informe Epidemiológico Coronavírus - 25/09/2021 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15618-informe-epidemiologico-coronavirus-25-09-2021 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15618-informe-epidemiologico-coronavirus-25-09-2021

Até o momento foram 2.131.317 casos confirmados.* Estão em acompanhamento* 31.724 casos e são 2.045.256 casos recuperados**. Estão confirmados 54.337 óbitos.

*Total de casos confirmados: soma dos casos confirmados, que não evoluíram para óbito e dos óbitos confirmados por covid-19.
**Casos em acompanhamento: casos confirmados de covid-19, que não evoluíram para óbito, cuja condição clínica permanece sendo acompanhada ou aguarda atualização pelos municípios.
***Casos recuperados: casos confirmados de covid-19 que receberam alta hospitalar e/ou cumpriram isolamento domiciliar de 14 dias sem intercorrências.

Óbitos confirmados: óbitos confirmados para covid-19.

Dados parciais, sujeitos a alterações. Atualizado em 25/9/2021. Fonte: COES MINAS/COVID-19/SES-MG.

Considerando que o Ministério da Saúde classificou todo o país como transmissão comunitária, além da necessidade de qualificar as informações sobre a circulação do coronavírus em Minas Gerais, desde 23/3/2020, o Boletim Informativo Diário Covid-19 publica o detalhamento apenas dos casos confirmados.

Clique aqui e acesse o Boletim Epidemiológico.

]]>
Banco de notícias Sat, 25 Sep 2021 09:22:20 +0000
Regional de Uberaba orienta trabalhadores sobre medidas de prevenção e controle da covid-19 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15617-regional-de-uberaba-orienta-trabalhadores-sobre-medidas-de-prevencao-e-controle-da-covid-19 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15617-regional-de-uberaba-orienta-trabalhadores-sobre-medidas-de-prevencao-e-controle-da-covid-19

Reunião on-line, realizada na última quinta-feira (23/9), conduzida por técnicos do Núcleo de Vigilância Sanitária (Nuvisa) da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Uberaba, mobilizou mais de 80 pessoas envolvidas no controle da covid-19 em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI's). Integraram a sala de reunião representantes das ILPI's, das Vigilâncias em Saúde dos municípios da macrorregião Triângulo do Sul, entre outros, para discutir e relembrar sobre a prevenção e controle de infecções pelo SARS-CoV-2.

Durante o encontro, foram tratados fatores de risco e variante Delta, normas técnicas sanitárias, fragilidades do idoso frente à doença, panorama de surtos na macrorregião e demais medidas a serem aplicadas no contexto da covid-19, com a contribuição de relato de experiência da Vigilância Sanitária (VISA) municipal de Uberaba, frente os estabelecimentos. Na região da SRS Uberaba, ocorreram 9 surtos por covid-19 em ILPI's em 2020 e 16 em 2021, até o momento.

Divulgação

Ivone Carneiro, autoridade sanitária do Nuvisa e responsável pela capacitação, afirma que  as ILPI’s são estabelecimentos que requerem grande dimensão de cuidados, considerando riscos coletivos e individuais, pois há residentes com comorbidades e graus de dependências variados residindo no mesmo ambiente, com aspectos cognitivos muitas vezes comprometidos, que demandam contato próximo com certa frequência, e isso pode contribuir para a disseminação mais facilitada de doenças infectocontagiosas. Segundo ela, "esse momento de discussões e escuta oportunizou, tanto a descentralização de conhecimentos, quanto trocas de experiência que favorecerão a saúde da população idosa institucionalizada e dos trabalhadores, no contexto da covid-19".

Getúlio Freitas, analista em auditoria, regulação e fiscalização de saúde da Visa de Uberaba, fez um relato de experiência do município e, segundo ele, foi muito produtivo esclarecer dúvidas de prestadores de serviços e profissionais, já que existe uma carência grande deste segmento em relação ao controle da covid-19. "Apresentamos nossa rotina de trabalho e como procedemos com investigações de surtos em Uberaba, pautando um paralelo entre o ano passado e este ano, período em que houve um grande aumento. É importante salientar que, apesar do processo de imunização por meio das vacinas, precisamos continuar atentos e não afrouxar cuidados, já que estes idosos são bastante vulneráveis, " conclui.

]]>
Banco de notícias Fri, 24 Sep 2021 16:48:25 +0000
Covid: Norte de Minas ultrapassa 517 mil pessoas imunizadas e recebe mais 121,6 mil doses de vacinas https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15616-covid-norte-de-minas-ultrapassa-517-mil-pessoas-imunizadas-e-recebe-mais-121-6-mil-doses-de-vacinas https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15616-covid-norte-de-minas-ultrapassa-517-mil-pessoas-imunizadas-e-recebe-mais-121-6-mil-doses-de-vacinas

Na quinta-feira, 23, quando o Norte de Minas contabilizou mais de 517 mil pessoas imunizadas contra a covid-19 (receberam as duas doses de vacinas CoronaVac, AstraZeneca, Pfizer ou a dose única da Janssen), a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) entregou mais duas remessas de vacinas contra a covid-19 para as suas Unidades Regionais de Saúde sediadas na região.

Ao todo são 121.604 doses de vacinas da AstraZeneca/Universidade de Oxford, produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro; da CoronaVac, disponibilizada pelo Instituto Butantan, sediado em São Paulo e vacinas da multinacional norte-americana, Pfizer/BioNtech.

A entrega dos imunizantes para as Gerências Regionais de Saúde (GRS) de Januária e Pirapora foi realizada na quarta-feira, 22, na Rede de Frio da SES-MG, sediada no bairro Gameleira, em Belo Horizonte. Para a GRS Januária, que tem 25 municípios na sua área de jurisdição, foram repassadas 16.644 doses de vacinas, sendo 13.434 doses da Pfizer e 3.210 doses da AstraZeneca.

Já a GRS Pirapora, que atua em sete municípios, recebeu 6.960 doses de imunizantes. São 5.490 doses da Pfizer e 1.470 da AstraZeneca.

Nas duas novas remessas, a Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Montes Claros recebeu 98 mil doses de imunizantes. A entrega aos 54 municípios começa nesta sexta-feira, 24. As novas remessas contemplam 47.710 doses de vacinas CoronaVac; 40.020 doses da Pfizer e 10.270 doses da AstraZeneca.

Montes Claros receberá 62.063 doses de imunizantes, distribuídos da seguinte forma: 43.560 doses da CoronaVac; 13.608 doses da Pfizer e 4.895 doses da AstraZeneca.

Utilização

A coordenadora de Vigilância em Saúde da SRS Montes Claros, Agna Soares da Silva Menezes, explica que todas as doses de vacinas CoronaVac serão repassadas aos municípios que comunicaram à SES-MG a necessidade de recebimento de imunizantes para completar a aplicação da primeira dose na população adulta, com idade acima de 18 anos.

Por esse motivo, somente municípios que compõem a área de atuação da SRS Montes Claros vão receber vacinas da CoronaVac. São eles: Montes Claros (43.560 doses); Taiobeiras (1.470); Rio Pardo de Minas (900); Curral de Dentro (570); Bocaiúva (420); Espinosa (320); São João da Lagoa (300); Capitão Enéas (110) e Jequitaí (60 doses).

Já as doses de vacinas da AstraZeneca são destinadas à aplicação da segunda dose em trabalhadores dos segmentos saúde, indústria e transporte coletivo, além de pessoas com idade entre 55 a 59 anos.

Por outro lado, parte das vacinas da Pfizer é destinada à aplicação da dose de reforço em 25% das pessoas na faixa etária de 75 a 79 anos e em 20% de pessoas imunossuprimidas.

Outra parte dos imunizantes da Pfizer é destinada ao complemento do esquema vacinal de mais 3% de trabalhadores de indústrias; em 4,5% de pessoas com idade entre 50 a 54 anos; em 3,9% de caminhoneiros; em 4% de pessoas com comorbidades; gestantes e puérperas com comorbidades e pessoas com deficiências físicas permanentes atendidas na 32ª remessa de vacinas entregas à região.

 “É importante que os municípios sigam as orientações repassadas pela SES-MG a fim de que a campanha de vacinação contra a covid-19 avance de forma equânime em todos os municípios e alcance altos índices de cobertura, para possibilitar a imunidade coletiva da população”, reforça Agna Menezes.

Adolescentes

Em nota técnica publicada na quarta-feira, 22, o Ministério da Saúde define que adolescentes de 12 a 17 anos, sem comorbidades, devem ser vacinados contra a covid-19, seguindo ordem de prioridades. A pasta reforça a orientação para que estados e municípios utilizem apenas a vacina da Pfizer, única autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para essa faixa-etária.

Vacinômetro

Até a manhã da quinta-feira, 23, dados contabilizados pela SES-MG por meio da plataforma informatizada Vacinômetro, informavam que a macrorregião Norte já contabilizava 517.074 pessoas imunizadas contra a covid-19. Elas tomaram as duas doses de vacinas: Coronavac, Astrazeneca, Pfizer ou a dose única da vacina da Janssen.

Por outro lado, aumentou para 1 milhão 057 mil 933  o número de pessoas residentes no Norte de Minas que já receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19. Segundo o Vacinômetro, a cobertura vacinal na macrorregião Norte com aplicação da primeira dose é de 81,09% da população. Já a cobertura vacinal com aplicação das duas doses de imunizantes está em 39,64% da população.

]]>
Banco de notícias Fri, 24 Sep 2021 16:16:13 +0000
Secretário de Saúde discute retomada das obras do Hospital Regional em visita a Conselheiro Lafaiete https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15615-secretario-de-saude-discute-retomada-das-obras-do-hospital-regional-em-visita-a-conselheiro-lafaiete https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15615-secretario-de-saude-discute-retomada-das-obras-do-hospital-regional-em-visita-a-conselheiro-lafaiete

Na quarta-feira (22/9), o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, esteve em Conselheiro Lafaiete, juntamente com equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) e servidores da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Barbacena para tratar da retomada das obras do Hospital Regional da cidade.
O grupo se reuniu com prefeitos e gestores de saúde dos municípios das microrregiões de Congonhas e Conselheiro Lafaiete e o secretário também visitou as obras do hospital, paradas desde 2012. A construção terá continuidade de acordo com o projeto do Governo de Minas de retomada das obras dos hospitais regionais do estado.

Divulgação
Durante a reunião, o secretário explicou: “Hoje teremos esse momento inicial, uma vez que o acordo com a Vale foi aprovado pela Assembleia, e o recurso está garantido para o Hospital Regional. Vamos falar sobre  a expectativa do cronograma, esclarecer dúvidas e informar o passo a passo das obras. Será um hospital robusto que virá para ajudar a resolver os problemas assistenciais e contribuir para a rede”, afirmou.  
O secretário adjunto de Saúde, André dos Anjos, apresentou aos municípios os aspectos técnicos e as políticas que embasam a retomada dessas obras, cujos hospitais buscam distribuição mais ampla e abrangente de serviços de alta complexidade. Em Conselheiro Lafaiete, as obras foram iniciadas em 2010 e paralisadas em dezembro de 2012, com percentual de execução física de aproximadamente 44%, e um projeto que contempla 97 leitos para internação e Unidades de Terapias Intensivas (UTIs).
A fonte de recursos vem do acordo judicial, realizado pelo Estado com a Vale e será destinada à retomada das obras de 5 hospitais regionais em Minas Gerais. Ao todo, o processo engloba sete fases: definição de fonte de recursos, estadualização do terreno, operacionalização, contratualização de perfil assistencial, diagnóstico para conclusão, execução das obras, e aquisição de equipamentos.
Ao final da reunião, a superintendente regional de Saúde de Barbacena, Hérica Vieira, destacou a importância do evento e das próximas etapas com a participação dos gestores municipais para definições futuras, “é muito importante a SES informar aos secretários e prefeitos para que se tenha dimensão da seriedade que é o projeto. E nós já começamos a discutir com o território e iremos fazer mais reuniões com os gestores para o andamento dos trabalhos”, finalizou.

]]>
Banco de notícias Fri, 24 Sep 2021 16:09:53 +0000
Secretaria de Saúde e Conselho Regional realizam Congresso de Assistência Farmacêutica https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15614-secretaria-de-saude-e-conselho-regional-realizam-congresso-de-assistencia-farmaceutica https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15614-secretaria-de-saude-e-conselho-regional-realizam-congresso-de-assistencia-farmaceutica

Frutos de uma parceria institucional com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), o Conselho Regional de Farmácia de Minas Gerais (CRF-MG) está realizando até o próximo sábado (25/9) o II Congresso de Assistência Farmacêutica no SUS-MG e o VI Seminário da Rede Farmácia de Minas. Os eventos integram a programação do 15º Congresso de Farmácia e Bioquímica de Minas Gerais, com o objetivo de capacitar os profissionais que atuam nas unidades municipais e regionais da Rede Farmácia de Minas.

“A parceria entre a SES-MG e o CRF-MG vem de longa data, e seus principais frutos têm sido a qualificação profissional dos farmacêuticos que atuam no SUS em Minas, nos diferentes níveis de atenção à Saúde”, avalia a superintendente de Assistência Farmacêutica da SES-MG, Grazielle Dias da Silva.

A presidente do CRF/MG, Júnia Célia de Medeiros, ressaltou a importância dessa parceria para qualificação da assistência farmacêutica do SUS. “Sou servidora pública do SUS em Betim e Contagem e sei do importante papel que nós, farmacêuticos, exercemos nas unidades de saúde, ao cuidar dos nossos pacientes. Não poderíamos realizar o 15º Congresso de Farmácia e Bioquímica sem contemplar o aperfeiçoamento dos colegas que atuam na saúde pública”, afirma.

A programação do o II Congresso de Assistência Farmacêutica no SUS-MG e VI Seminário da Rede Farmácia de Minas conta com mesas redondas e oficinas que têm temas relacionados às Políticas Públicas de Saúde, com discussões que passam pelas ações recentemente implementadas pela SES-MG e por questões inerentes ao cotidiano dos profissionais que atuam na Política Estadual de Assistência Farmacêutica. “Podemos destacar temas como atuação dos farmacêuticos na atenção à saúde materno-infantil, tratamento de doenças crônicas transmissíveis, Política de Descentralização do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (PDCEAF), interface da Assistência Farmacêutica e judicialização em saúde e assistência farmacêutica no combate à covid-19, entre outros”, aponta a superintendente de Assistência Farmacêutica da SES-MG.

Neste sábado, último dia do evento (25/9), acontecerá a Oficina Programa Rede Farmácia de Minas, momento em que haverá um debate e avaliação da política instituída com os profissionais ligados ao programa. “Os resultados obtidos nesta oficina servirão de subsídios para atualização da Política Estadual de Assistência Farmacêutica”, finaliza Grazielle Dias.

O VI Seminário da Rede Farmácia de Minas começou na quarta-feira (22/9) e reuniu, este ano, o número recorde de aproximadamente 800 profissionais inscritos gratuitamente. O evento é realizado integralmente no formato on-line.

]]>
Banco de notícias Fri, 24 Sep 2021 15:10:26 +0000
Microrregião de Ubá oferece medicamentos de profilaxia pós-exposição ao HIV https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15613-microrregiao-de-uba-oferece-medicamentos-de-profilaxia-pos-exposicao-ao-hiv https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15613-microrregiao-de-uba-oferece-medicamentos-de-profilaxia-pos-exposicao-ao-hiv

Em agosto, o Serviço de Assistência Especializada (SAE) de Ubá passou a fornecer os medicamentos da profilaxia pós-exposição ao HIV (PEP) para toda microrregião, que abrange 20 municípios. Anteriormente, somente em Juiz de Fora era possível ter acesso a essa medida de prevenção de urgência, utilizada em situação de risco à infecção pelo HIV.  Tais insumos são indicados para casos de relação sexual desprotegida (sem o uso de camisinha ou com seu rompimento); e acidente ocupacional com instrumentos perfurocortantes ou contato direto com material biológico. Em casos de violência sexual, a PEP também está indicada, porém, essas vítimas são atendidos no Hospital Santa Isabel, em Ubá.

Divulgação

Acesso

Segundo a enfermeira responsável pelo SAE, Aline Matos Agostini Silva, 28 pessoas recorreram à profilaxia nos dois primeiros meses de fornecimento da unidade. “Essa procura tende a crescer, pois quando alguém se acidentava, um comentava com o outro que tinha que viajar para Juiz de Fora, o que gerava desconforto, visto que podem estar apavorados com a situação. Então, quando o Governo do Estado trouxe esse acolhimento para o município foi muito bom. Até o momento, tivemos 22 atendimentos de vítimas de perfurocortantes, seja em locais de saúde como hospitais e laboratórios, sendo das cidades de Ubá, Tabuleiro, e Visconde do Rio Branco”, informou Aline.

Dentro destes atendimentos, três foram de pessoas que se acidentaram na rua. “O *descarte incorreto de seringas e agulhas pela população que faz uso de medicamento injetável domiciliar ocasiona situações de contaminação. Então, quem tiver se acidentado assim, deve procurar nosso serviço para ter acesso a toda profilaxia necessária. Inclusive, é preciso ressaltar que não precisa de encaminhamento nenhum tipo. Qualquer pessoa que queira verificar seu estado sorológico, seja porque teve uma relação sexual consentida sem proteção ou acidente com perfurocortante, deve chegar na portaria da Policlínica e solicitar o atendimento do SAE. É importante que procurem o serviço em até 72 horas após ocorrido, pois este é o prazo máximo para profilaxia. Após esse prazo a pessoa pode procurar o SAE para orientação e testagem, mas não será possível iniciar o uso da prevenção medicamentosa”, enfatizou Aline.

O objetivo desses serviços é prestar atendimento integral e de qualidade aos pacientes, por meio de equipe multidisciplinar composta por médico infectologista, enfermeiro, técnico de enfermagem e farmacêutico. O SAE também conta com suporte de assistente social, psicólogo e nutricionista, e quando há necessidade esses profissionais são acionados. “O fornecimento da PEP no SAE Ubá foi um avanço muito grande para o acesso à prevenção e tratamento de IST, pois encurtou a distância entre o usuário e o serviço, proporcionando que sejam medicados, caso necessário, no chamado tempo ouro de duas horas após a ocorrência”, relatou Priscila Teixeira, referência técnica em IST da Gerência Regional de Saúde (GRS) de Ubá.

Atendimento

Serviço de Assistência Especializada (SAE) de Ubá

Dia: de segunda a sexta-feira

Horário: 7 às 16h

Local: Policlínica Regional, Av. Beira Rio, 530 – Ubá

Telefone: 3301-6607

Obs.: Caso o acidente ou exposição aconteça aos finais de semana ou após período de funcionamento do SAE, a pessoa deve se encaminhar iniciar a PEP no Hospital Santa Isabel. É extremamente importante que o usuário se atente ao prazo de até 72 horas após o ocorrido para iniciar a profilaxia.

Divulgação

]]>
Banco de notícias Fri, 24 Sep 2021 14:44:22 +0000
ESP, em parceria com a SES-MG, realiza Webinário sobre a Conformação da Vigilância Sanitária no Brasil https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15612-esp-em-parceria-com-a-ses-mg-realiza-webinario-sobre-a-conformacao-da-vigilancia-sanitaria-no-brasil https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15612-esp-em-parceria-com-a-ses-mg-realiza-webinario-sobre-a-conformacao-da-vigilancia-sanitaria-no-brasil

A Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG) e a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) realizam na próxima sexta-feira, dia 01/10, o segundo Webinário do percurso formativo da Vigilância Sanitária. Com o tema "A conformação da Vigilância Sanitária no Brasil", terá transmissão pelo canal da escola a partir das 15hs.

O evento terá a participação de Ediná Alves Costa, doutora em Saúde Pública pela USP, professora do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA e integrante do GT de Vigilância Sanitária da Abrasco (GT-VISA). A mediação será de Giselle Bianca Tófoli, Especialista em Políticas e Gestão da Saúde do NUVISA – SRS/BH (SES/MG), Mestre em Saúde Pública pela UFMG e Coordenadora do GT-VISA/Abrasco.

O Webinário será aberto ao público, não sendo necessária inscrição prévia. A transmissão é pelo Canal da ESP-MG no Youtube, disponível em: youtube.com/escolasaudepublicamg

Percurso Formativo da Vigilância Sanitária

O projeto do Percurso Formativo, voltado para Fiscais da Vigilância Sanitária, é uma parceria da ESP-MG com a SES-MG. Foi iniciado em agosto com o curso: "Conhecimentos introdutórios para atuação em vigilância sanitária", que é o primeiro curso, de um total de três, com o objetivo de fornecer ao trabalhador da vigilância sanitária as bases e conceitos fundamentais para o desenvolvimento de suas ações no dia a dia de trabalho. A formação é realizada na modalidade de Educação a distância (Ead) e foram ofertadas 1000 vagas, via SES, para fiscais sanitários de todo o estado.

]]>
Banco de notícias Fri, 24 Sep 2021 14:22:51 +0000
Regional de Manhuaçu promove capacitação sobre sistemas utilizados na Regulação https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15611-regional-de-manhuacu-promove-capacitacao-sobre-sistemas-utilizados-na-regulacao https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15611-regional-de-manhuacu-promove-capacitacao-sobre-sistemas-utilizados-na-regulacao

A Coordenação do Núcleo de Regulação da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Manhuaçu promoveu uma capacitação nos dias 21, 22 e 23/9 aos coordenadores municipais e técnicos de regulação dos 34 municípios pertencentes à área de abrangência da SRS.

O objetivo do treinamento foi atualizar os trabalhadores da saúde e também tirar dúvidas sobre os principais programas utilizados pela regulação, como o SIA (Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS); FPO (Ficha de Programação Orçamentária); BPA (Boletim de Produção Ambulatorial); SIHD - Sistema de Informações Hospitalares Descentralizado); CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde); PPI (Programação Pactuada e Integrada) e SUSFÁCIL. Na oportunidade, foram apresentadas questões relacionadas aos contratos com prestadores e procedimentos de regulação.

Divulgação

De acordo com o coordenador no Núcleo de Regulação da SRS Manhuaçu, Eduardo Alves de Souza, esse encontro foi importante para que os trabalhadores da saúde dos municípios acompanhem as atualizações dos sistemas e estejam familiarizados com os processos de regulação. “É um setor dinâmico, que está em constante aperfeiçoamento. As ações de regulação refletem diretamente na assistência e nossa maior preocupação é garantir que os municípios ofereçam um bom atendimento aos usuários do SUS e principalmente que os procedimentos solicitados sejam realizados com eficácia e dentro dos prazos previstos”, justificou.

O coordenador agradeceu o empenho da equipe do Núcleo de Regulação da SRS, que não mediu esforços para a realização da capacitação. “Essa capacitação foi resultado do esforço das referências técnicas Maria das Graças, Arlete Faustino , Fernando Oliveira, Sidney Silveira, Willer Rodrigues e Luciano Silva”, destacou.  

O superintendente regional de Saúde de Manhuaçu, Juliano Estanislau Lacerda reforçou que  as capacitações e a atualização da gestão municipal é uma missão importante da Regional de Saúde. “Nossa equipe tem realizado constantemente reuniões virtuais e presenciais com as áreas técnicas das secretarias municipais de saúde e dos prestadores hospitalares com o objetivo que atualizar normas, procedimentos e orientar sobre a utilização de sistemas informatizados”, concluiu.

 
]]>
Banco de notícias Fri, 24 Sep 2021 13:57:11 +0000
Comitê de Urgência e Emergência amplia serviços no Norte de Minas https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15610-comite-de-urgencia-e-emergencia-amplia-servicos-no-norte-de-minas https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15610-comite-de-urgencia-e-emergencia-amplia-servicos-no-norte-de-minas

O Comitê de Urgência e Emergência em Saúde da macrorregião Norte, composta por 86 municípios, aprovou na quarta-feira, 22, a inserção do 7º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar na rede de obtenção de informações da Central de Regulação de Leitos para encaminhamento de pacientes na rede hospitalar. Também foi aprovada a inserção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Chiquinho Guimarães, sediada em Montes Claros, na grade de referência da rede de urgência e emergência da macrorregião de Saúde.

Crédito: Pedro Ricardo

As decisões foram tomadas durante reunião, realizada por meio de videoconferência, envolvendo a participação da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Montes Claros; as Gerências Regionais de Saúde (GRS) de Januária e Pirapora; gestores municipais de saúde; dirigentes do Conselho de Secretarias de Saúde de Minas Gerais (Cosems-MG) e representantes de hospitais.

A superintendente regional de saúde, Dhyeime Thauanne Pereira Marques, avalia que as decisões tomadas pelo Comitê de Urgência e Emergência possibilitam aprimorar e ampliar o acesso da população aos serviços de saúde, além de melhorar e agilizar os trabalhos executados pelas instituições prestadoras de serviços hospitalares na macrorregião Norte.

Em reunião realizada na terça-feira, 21, na SRS Montes Claros, o capitão Ari Fabiano Queiroga e o tenente, Franklin Soares Xavier ressaltaram a importância da agilização dos atendimentos de pacientes nos hospitais que compõem a rede de urgência e emergência do Norte de Minas evitando, com isso, que as ambulâncias do Corpo de Bombeiros permaneçam muitas horas empenhadas nos atendimentos de demandas da população. Na oportunidade, os militares explicaram que na maioria das vezes o problema decorre da falta de informações mais precisas fornecidas pelos hospitais tanto quanto à disponibilidade de leitos como de médicos especialistas para atendimento de pessoas que necessitam de atendimentos de urgência e emergência.

Para agilizar o trabalho do Corpo de Bombeiros, as Coordenadorias de Regulação e de Atenção à Saúde da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros propuseram que a corporação passe a obter informações diretamente na Central de Regulação de Leitos do Norte de Minas que, diariamente, recebe dos hospitais a grade de leitos e de médicos especialistas disponíveis na rede de urgência e emergência.

“Além do trabalho executado juntamente com o Serviço Móvel de Urgência (Samu), o Corpo de Bombeiros terá como aliada a Central de Regulação de Leitos, que atua 24 horas por dia em toda a macrorregião de saúde do Norte de Minas. Com isso, o encaminhamento de pacientes para atendimento na rede de urgência e emergência poderá ser agilizado, proporcionando ganhos tanto para a população como para o Corpo de Bombeiros e o Samu”, frisaram as referências técnicas da Coordenadoria de Atenção à Saúde da SRS, Ludmila Barbosa e Denilson Paranhos.

Chiquinho Guimarães

A inserção da UPA Chiquinho Guimarães na grade de urgência e emergência do Norte de Minas foi solicitada à SRS Montes Claros pela Secretaria Municipal de Saúde. Tem como objetivo o atendimento de demandas de pacientes residentes nos municípios que compõem a microrregião de Montes Claros nas seguintes especialidades: queimaduras até segundo grau; neurologia (convulsões e cefaleia); e na área clínica (tratamento de doenças endócrinas, metabólicas e nutricionais); intoxicações e envenenamentos; doenças do aparelho geniturinário; doenças infecciosas e parasitárias; doenças da pele e do tecido subcutâneo.

O diretor de regulação da Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros, Enius Freire Versiani, explicou que a inserção da UPA Chiquinho Guimarães na rede de urgência e emergência possibilita reduzir as demandas de atendimento nos hospitais de Montes Claros.

“A UPA atuará na estabilização dos pacientes até o encaminhamento para internação nos hospitais, de acordo com a especialidade demandada, possibilitando com isso a melhoria do fluxo de entrada de pacientes na rede hospitalar”, explicou o diretor.

 
]]>
Banco de notícias Fri, 24 Sep 2021 13:39:02 +0000
Informe Epidemiológico Coronavírus - 24/09/2021 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15609-informe-epidemiologico-coronavirus-24-09-2021 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15609-informe-epidemiologico-coronavirus-24-09-2021

Até o momento foram 2.128.581 casos confirmados.* Estão em acompanhamento* 31.495 casos e são 2.042.821 casos recuperados**. Estão confirmados 54.265 óbitos.

*Total de casos confirmados: soma dos casos confirmados, que não evoluíram para óbito e dos óbitos confirmados por covid-19.

**Casos em acompanhamento: casos confirmados de covid-19, que não evoluíram para óbito, cuja condição clínica permanece sendo acompanhada ou aguarda atualização pelos municípios.

***Casos recuperados: casos confirmados de covid-19 que receberam alta hospitalar e/ou cumpriram isolamento domiciliar de 14 dias sem intercorrências.

Óbitos confirmados: óbitos confirmados para covid-19.

Dados parciais, sujeitos a alterações. Atualizado em 24/9/2021. Fonte: COES MINAS/COVID-19/SES-MG.

Considerando que o Ministério da Saúde classificou todo o país como transmissão comunitária, além da necessidade de qualificar as informações sobre a circulação do coronavírus em Minas Gerais, desde 23/3/2020, o Boletim Informativo Diário Covid-19 publica o detalhamento apenas dos casos confirmados.

Clique aqui e acesse o Boletim Epidemiológico.

]]>
Banco de notícias Fri, 24 Sep 2021 10:59:45 +0000
Fhemig divulga vagas para Galba Velloso e Santa Izabel https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15608-fhemig-divulga-vagas-para-galba-velloso-e-santa-izabel https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15608-fhemig-divulga-vagas-para-galba-velloso-e-santa-izabel

As inscrições para o chamamento emergencial da UAAS-GV terminam no dia 26/9. O edital prevê a contratação de um médico generalista (12 horas semanais, R$ 2.075) e de um médico especialista, qualquer especialidade (12 horas semanais, R$ 2.995).

A Casa de Saúde Santa Izabel abre processo seletivo simplificado no dia 27/9 e as inscrições podem ser feitas até 8/10, no link “Como Ingressar na Fhemig”. As vagas são para os profissionais abaixo:

- 1 vaga para assistente social, 40 horas semanais, R$ 2.645;
- 1 vaga para farmacêutico, 30 horas semanais, R$ 3.464;
- 1 vaga para terapeuta ocupacional, 30 horas, R$ 3.464;
- 3 vagas para médicos clínicos, 24 horas semanais, R$ 5.800;
- 1 vaga para médico dermatologista, 24 horas, R$ 5.800;
- 1 vaga para médico oftalmologista, 24 horas, R$ 5.800;
- 1 vaga para auxiliar administrativo, 40 horas, R$ 1.427;
- 1 vaga para técnico em informática, 40 horas, R$ 1.700;
- 1 vaga para técnico em enfermagem do trabalho, 40 horas, R$ 1.755.

 

]]>
Banco de notícias Thu, 23 Sep 2021 18:32:03 +0000
Minas Gerais recebe imunizantes Astrazeneca e Pfizer https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15607-minas-gerais-recebe-imunizantes-astrazeneca-e-pfizer https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15607-minas-gerais-recebe-imunizantes-astrazeneca-e-pfizer

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), informa que, nesta sexta-feira (24/9), esta prevista a chegada a Minas Gerais de 544.050 doses da vacina Pfizer e 88.980 do imunizante Astrazeneca. As doses serão enviadas por via aérea em quatro desembarques no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, as 07h20 (chegada da Astrazeneca) e 18h45, 18h55 e 20h45 (Pfizer).

Esta remessa faz parte do 53º lote de vacinas contra a covid-19.

A Secretaria organiza a logística de distribuição e repassa imediatamente às Unidades Regionais de Saúde para entrega aos municípios, logo após as doses chegarem à Central da Rede de Frio de Minas Gerais.

Serviço

Minas Gerais recebe imunizantes Astrazeneca e Pfizer

Data: 24/9/2021 – sexta-feira

Horário: a partir das 8h

Local: Rede de Frio – Rua Governador Mineiro, 40 – Gameleira – Belo Horizonte (MG)

*Serão permitidas apenas imagens externas da Rede de Frio.

]]>
Banco de notícias Thu, 23 Sep 2021 18:21:57 +0000
Mais de 47% dos mineiros acima de 18 anos já completaram o esquema vacinal https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15606-mais-de-47-dos-mineiros-acima-de-18-anos-ja-completaram-o-esquema-vacinal https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15606-mais-de-47-dos-mineiros-acima-de-18-anos-ja-completaram-o-esquema-vacinal

Mais de 47% da população mineira acima de 18 anos de idade já completaram o esquema de vacinação contra o coronavírus. Já em relação à primeira dose (D1), o percentual de imunização atingiu 93% entre os adultos no estado.

Crédito: Fábio Marchetto

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (23/9) o secretário de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, destacou o avanço da imunização em Minas Gerais. Segundo ele, quase todas as doses necessárias para aplicação em adultos foram distribuídas aos municípios.

“Batemos a marca de 23 milhões de doses aplicadas. Paralelamente, percebemos uma queda semana a semana nos pedidos de internações pela doença. Isso mostra a eficácia das vacinas contra covid”, disse.

Dose de reforço e vacinação de adolescentes

Até o mês de outubro, a vacinação de adolescentes com a primeira dose e o reforço em idosos deve ser concluída. A previsão pode ser feita por conta da conclusão da distribuição dos imunizantes às cidades.

 “A vacina é segura e deve ser dada nesses públicos. O risco é muito pequeno, e a doença continua sendo muito mais grave que qualquer efeito colateral", explicou Baccheretti.

  • Clique aqui para visualizar como está o Vacinômetro em MG.

Minas Consciente

Ainda durante a apresentação para a imprensa, Baccheretti informou a atualização do Minas Consciente. Por decisão do Comitê Extraordinário Covid-19, grupo que acompanha de perto a situação da pandemia no estado, todas as 14 macrorregiões de saúde seguem na onda verde, a mais flexível do plano de retomada segura e gradual das atividades econômicas.

Os indicadores que medem a doença estão em níveis seguros. Por isso, é possível manter, pela terceira semana seguida, todo o território mineiro nesta etapa.

A taxa de incidência da doença caiu 14% nos últimos sete dias. Já as solicitações de internações tiveram queda de 34,6% em quatro semanas.

“Todas as regiões mantêm a tendência de controle da pandemia. A rede de assistência não está sobrecarregada, o que confirma essa melhora contínua. Apenas as macrorregiões Noroeste e Leste vão demandar uma atenção maior, para que seja verificado um possível aumento de casos em função da variante Delta’’, destacou o secretário.

Variantes

Sobre a circulação das variantes, o monitoramento da SES-MG apresentado revelou que, hoje, 56,8% são da Delta e 43,2% da Gama. Foram feitas 4.146 análises. O recolhimento das amostras ocorreu em 477 municípios.

“As amostras genômicas das variantes Delta e Gama apontam que a diferença entre elas está cada vez menor. Mas isso não está modificando o cenário assistencial no Estado. Importante frisar que ainda é preciso manter todos os cuidados, como higiene das mãos e uso de máscara. É preciso usar a máscara sempre”, concluiu o chefe da Saúde estadual.

]]>
Banco de notícias Thu, 23 Sep 2021 16:51:50 +0000
SRS de Juiz de Fora recebe equipe da SES-MG para discutir retomada das obras do Hospital Regional https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15605-urs-de-juiz-de-fora-recebe-equipe-da-ses-mg-para-discutir-retomada-das-obras-do-hospital-regional https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15605-urs-de-juiz-de-fora-recebe-equipe-da-ses-mg-para-discutir-retomada-das-obras-do-hospital-regional

Divulgação

O secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, esteve em Juiz de Fora na terça-feira, 21, acompanhado do secretário adjunto de Saúde, André dos Anjos e equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) para alinhamento sobre a retomada das obras do Hospital Regional (HR) de Juiz de Fora, paralisadas em 2017.

O grupo, recebido pelo superintendente da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Juiz de Fora, Gilson Lopes, também contou com deputados, prefeitos da macrorregião Sudeste, secretários municipais de Saúde, e representantes das entidades Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS-MG).

Após a visita, o secretário adjunto André dos Anjos apresentou o Fluxo de Trabalho a ser realizado com passo a passo das etapas a serem cumpridas para a retomada e finalização das obras do HR tais como: definição da fonte de recursos, realização de doação ou dação do terreno, publicação de edital de concorrência pública de concessão do imóvel, definição do perfil assistencial, definição do valor para conclusão das obras, contratação de empresa para retomada das obras e aquisição dos equipamentos.

Segundo André dos Anjos, “a fonte de recursos, oriunda do acordo realizado com Vale, destinará R$ 985.935.049,39 para conclusão das obras e equipamentos de cinco Hospitais Regionais no estado, entre eles o de HR de Juiz de Fora. Nesse sentido, para a retomada das obras, é necessário a estadualização do terreno. Ainda de acordo com o secretário adjunto, no caso de Juiz de Fora, o processo de estadualização do imóvel já foi iniciado, no entanto, não é necessário apenas o município querer estadualizar, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) também precisa aprovar e aceitar a doação/dação. “Assim, após a conclusão do diagnóstico que está em execução e após a estadualização do terreno, será possível licitar a empresa construtora e dar inicio à retomada das obras do Hospital,” finalizou.

Para o superintendente, Gilson Lopes, “a iniciativa do governador em incluir Juiz de Fora entre as cidades contempladas com recursos oriundos da Vale vem de encontro aos anseios de toda população da macrorregião Sudeste, que vencendo mais esse desafio, corrige os vazios assistenciais propiciando melhor qualidade à saúde dos mineiros”.

 
 
 
]]>
Banco de notícias Thu, 23 Sep 2021 14:04:23 +0000
Fhemig abre processos seletivos em unidades na capital e no interior de Minas https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15604-fhemig-abre-processos-seletivos-em-unidades-na-capital-e-no-interior-de-minas https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15604-fhemig-abre-processos-seletivos-em-unidades-na-capital-e-no-interior-de-minas

Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) abrirá novos processos seletivos, ainda esta semana, com vagas para o Centro Psíquico da Adolescência e Infância (Cepai), em Belo Horizonte, para o MG Transplantes, no Vale do Aço, e para o Hospital Regional Antônio Dias (HRAD), em Patos de Minas. Os editais estão disponíveis neste link.

Crédito: Divulgação

O Cepai oferece duas vagas, uma para médico psiquiatra, com carga horária de 24h semanais e vencimentos de R$ 5.800. As inscrições para ela vão até 6/10. Outro edital da mesma unidade contrata auxiliar administrativo (40h, R$ 1.427), técnico em enfermagem (40h, R$ 1.755), assistente social (40h, R$ 3.464) e técnico em segurança do trabalho (40h, R$ 1.700). Cada uma das funções conta com uma vaga, além da formação de cadastro reserva. Para esse edital, o período de inscrições é de 27/9 a 8/10.

O MG Transplantes, na região do Vale do Aço, está com uma vaga para enfermeiro, com carga horária semanal de 40h e vencimentos básicos de R$ 3.464.

Já o Hospital Regional Antônio Dias, em Patos de Minas, está com oportunidades para médicos, sendo uma para anestesiologista, duas para cirurgia geral e uma para neurocirurgião. Para todas essas funções, a carga horária é de 24h semanais e os vencimentos básicos são de R$ 5.800.

]]>
Banco de notícias Thu, 23 Sep 2021 12:52:22 +0000
Informe Epidemiológico Coronavírus - 23/09/2021 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15603-informe-epidemiologico-coronavirus-23-09-2021 https://www.saude.mg.gov.br/alertachuva/stories/15603-informe-epidemiologico-coronavirus-23-09-2021

Até o momento foram 2.126.277 casos confirmados*. Estão em acompanhamento* 31.702 casos e são 2.040.363 casos recuperados**. Estão confirmados 54.212 óbitos.

*Total de casos confirmados: soma dos casos confirmados, que não evoluíram para óbito e dos óbitos confirmados por covid-19.

**Casos em acompanhamento: casos confirmados de covid-19, que não evoluíram para óbito, cuja condição clínica permanece sendo acompanhada ou aguarda atualização pelos municípios.

***Casos recuperados: casos confirmados de covid-19 que receberam alta hospitalar e/ou cumpriram isolamento domiciliar de 14 dias sem intercorrências.

Óbitos confirmados: óbitos confirmados para covid-19.

Dados parciais, sujeitos a alterações. Atualizado em 23/9/2021. Fonte: COES MINAS/COVID-19/SES-MG.

Considerando que o Ministério da Saúde classificou todo o país como transmissão comunitária, além da necessidade de qualificar as informações sobre a circulação do coronavírus em Minas Gerais, desde 23/3/2020, o Boletim Informativo Diário Covid-19 publica o detalhamento apenas dos casos confirmados.

Clique aqui e acesse o Boletim Epidemiológico. (ATUALIZADO EM 23/09)

]]>
Banco de notícias Thu, 23 Sep 2021 10:44:27 +0000