Em 2016, até o momento (05/08/2016), foram confirmados 416 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave causados pelo vírus Influenza. Destes casos, 143 evoluíram para óbito: 94 por influenza A (H1N1)pdm09 (dentro desses óbitos houve um de um paciente residente em São Paulo e que foi atendido em Belo Horizonte); 43 por Influenza A não subtipado; 3 por influenza B (sendo um de morador de São José dos Campos e que foi atendido em Paracatu) e 3 óbitos não classificados. Nestes óbitos não foi possível realizar o exame laboratorial, mas houve vínculo epidemiológico com pessoas que tiveram Influenza (e que não vieram a óbito).

» Clique aqui e acesse o Informe Epidemiológico da Gripe voltado para a IMPRENSA (atualizado em 05/08/2016)

» Clique aqui e acesse o Informe Epidemiológico da Gripe voltado para a ÁREA TÉCNICA (atualizado em 05/08/2016)

Dúvidas frequentes e outras informações sobre cuidados e prevenção da gripe estão disponíveis no site: www.saude.mg.gov.br/gripe

ATENÇÃO: A SES-MG esclarece que o crescimento no número de registros de óbitos de uma semana a outra não expressa ocorrências recentes. A confirmação dos óbitos em decorrência da Síndrome Respiratória Aguda Grave causada pelo vírus Influenza ocorre após liberação de resultado de exame laboratorial especifico para o diagnóstico. Somente após essa confirmação é que os casos são inseridos no Informe Epidemiológico da Gripe. Dessa forma, o registro de óbitos é acumulativo e diz respeito a ocorrências de todo o período de janeiro a agosto de 2016.

Por Jornalismo SES-MG

Enviar para impressão